FAMÍLIA ESTELAR/SOMOS UM

sábado, 27 de maio de 2017

OS SIRIANOS ENTRE NÓS

As consciências sirianas, que estão entre nós como golfinhos e baleias (cetáceos), provavelmente são oriundas de Sírius B, que é um ambiente aquoso, e essa forma facilita seu trânsito no Planeta, vivendo nos mares e oceanos. São, verdadeiramente, os guardiões da Terra. “Possuem grandes centros de bonatina e fazem a correlação dos registros quânticos dessas formas de vida a serem também inseridas no resgate atual e no resgate temporal das espécies extintas na Terra”.

Já as “Sementes Estelares” humanas são aquelas que passaram a maior parte de suas vidas em um corpo Siriano, porém, candidataram-se a encarnar em um corpo humano na Terra para um propósito específico, seja pelo nascimento ou como entrante (walk in).

Estas Sementes humanoides geneticistas ajudaram a criar o protótipo físico que temos agora, no início da caminhada humana na Terra, motivo pelo qual, geneticamente, somos quase idênticos a eles. Dentre as poucas diferenças estão a altura e a longevidade. Sirianos são bem mais altos e com cérebros maiores e mais desenvolvidos, e vivem muito mais tempo. O cérebro siriano possui um outro lobo acima do frontal, fazendo com que suas testas sejam mais altas do que o terráqueo. Esse lobo sobressalente também lhes permite uma visão estereoscópica, ou seja, o Siriano pode ver dentro de um objeto, do lado externo e do lado oposto, em terceira dimensão.

Assim como os cetáceos (espécie cocriada pelos Sirianos), os Sirianos humanoides têm enormes capacidades telepáticas e psíquicas, e a comunicação telepática é concentrada através do chakra cardíaco.

Sírius é um dos principais membros da grande Federação Intergaláctica de Planetas.

_________________________________

Fontes de Pesquisa:

- http://futurodanovaterra.blogspot.com.br/p/a-civilizacao-de-sirius-civilizacao-de.html

- http://minhamestria.blogspot.com/

- http://projetodespertar1111.wordpress.com/2011/06/30/confinamento-do-planeta-choque-da-humanidade-conselho-hierarquico-e-sementes-sirianas/#

______________________________________

OS SIRIANOS EM NOSSA HISTÓRIA

Os Sirianos, entre outras raças estelares, estão de volta à Terra para auxiliar em nosso trabalho de compreensão, lembrança e purificação.

Na verdade, eles nunca partiram. Mesmo quando a humanidade se deixou levar pelo caminho do ego e da separação, eles sempre nos observaram, e sabiam que em um futuro no espaço/tempo nos encontraríamos novamente.

As memórias crísticas dos humanos, a que damos o nome de intuição, são genes de herança siriana. Para o Siriano, nós somos um imenso laboratório divino para a integração total das polaridades.

Sirianos crísticos acompanharam todo o processo da vida de Jesus, desde o nascimento, sua vida e ressurreição.

Uma grande nave siriana guiou tanto Moisés, durante o Êxodo, como os três Reis Magos, até a ‘Mongedoura’ do divino Rabi (templo dos monges essênios cavado nas montanhas).

Outros Avatares Cósmicos Solares, como Hórus, Mitras e Krishna, que carregavam o Amor Crístico Siriano, chegaram ao mundo terreno da mesma forma.

Krishna, retratado quase sempre com pele azul, é um Ser crístico oriundo da Fraternidade Azul de Sírius, bem como o Mestre Jesus [Sananda].

Vieram plantar as sementes do Amor Incondicional e do Poder do Deus Pai-Mãe Celestial na Terra. O mesmo ‘drama cósmico’ se desenrolou tanto com Krishna, como com Jesus de Nazareth. A crucificação do corpo, para a ressurreição do Espírito.

Schekinah ou Espírito Santo está em tudo e em todos. Quando ele preenche com seu poder uma alma, está completado o trabalho Crístico. Este Ser passa a trabalhar pela Grande Fraternidade Branca na Terra e pela Fraternidade Azul de Sírius, trazendo o amor Incondicional e a Paz por onde passar.

- AWAKE, Flávio Miguel. Sírius, o Sol Espiritual, São Sebastião do Caí, 2011, 1ª. edição

______________________________________________________________

ASCENSÃO E TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

O Plano Divino de libertar a Terra da quarentena implantada pelas linhagens que escravizam a humanidade terráquea, através da “magnetosfera” – uma camada eletromagnética criada artificialmente por tecnologias ultra-avançadas - envolve uma infinidade de Seres.

Cristo Miguel (o Filho Criador, que esteve na Terra na personalidade de Jesus) convocou o Conselho Hierárquico Espiritual, que é originário de Sírius, para compor a equipe de resgate planetário. Junto destes estão responsáveis por este setor do universo local de Nébadon (ou Via Láctea): os Arcanjos, os Melquisedeques, as Estrelas da Frota Mariana, Maria (nossa geneticista), Metatron, muitas consciências multidimensionais e as Sementes Estelares, que são a equipe de Terra.

“Os Melquisedeques, Maria, Miguel, as Estrelas de Maria e as Sementes Estelares Sirianas - todos são azuis. São de Sírius. Vale lembrar que em cada setor dos universos locais há os seus respectivos Arcanjos, Melquisedeques, Geneticistas, etc”. (Flávio Miguel Awake).

Cristo Miguel (Jesus) é o responsável por este universo local, Nébadon, no qual nosso Sistema Solar (Monmatia) se insere e, consequentemente nosso Planeta Terra, cujo nome cósmico é Urântia.

As Sementes Estelares Sirianas, que são diretamente ligadas ao Conselho Espiritual de Sírius, estão em fase de conclusão de seus desenvolvimentos (despertar), orientadas pelo Arcanjo Metatron.

Há sementes estelares de muitas civilizações envolvidas neste processo, encarnadas no Planeta ou não, que desenvolvem suas missões igualmente de acordo com as determinações de Cristo Miguel. Todas são de grande importância e atuam em áreas específicas. Por exemplo: os Uranianos (preservação da flora e da fauna), Felinos (engenheiros geneticistas), Arcturianos (limpeza atmosférica), etc. Muitos da linhagem dos Felinos vivem em Sírius.

Há também algumas sementes estelares que não estão na Terra com alguma tarefa específica, mas vieram viver a experiência de um planeta em fim de dualidade e em ascensão para a 5D e, ao retornarem, compartilhar os ensinamentos com sua linhagem de origem.

O CONSELHO REGIONAL SIRIANO

A Confederação Intergaláctica vê a si mesma como uma espécie de Nações Unidas dos sistemas estelares de nossa galáxia com o propósito único de permitir e facilitar que a Luz continue a fluir nesta parte do Universo. Atualmente existem mais de 100.000 sistemas estelares e ligas estelares na Confederação. A base primordial desta criação de luz galáctica é o AMOR.

A posição mais alta, dentro de suas numerosas divisões, é a do Conselho Federal Principal, que está localizado no grupo de estrelas de Lira, na Constelação de Vega. A segunda é composta por vários Conselhos Regionais. Existem, atualmente, 14 Conselhos Regionais na Confederação e o mais importante para nós é o chamado Conselho Regional Siriano. Num futuro próximo, o Sistema Solar irá fazer parte desse Conselho.

Os sirianos foram orientados pela Hierarquia Espiritual da Terra para mudar o cenário de contato conosco para um que envolvesse um processo de ascensão em massa. Essa nova realidade fez com que os sirianos comovessem o seu Conselho Regional para uma mudança de postura. Essa política começou a surtir efeito no final dos anos 80. Foi permitido aos sirianos alterarem a polaridade do Sol e pesquisarem métodos para um processo de ascensão emergencial para a Terra.

Essa pesquisa trouxe diversos grupos de cientistas para nosso Sistema Solar, a fim de avaliar a biosfera da Terra de uma nova maneira (uma maneira que permitisse voltar ao que era no tempo da Lemúria). Esse conceito de restauração tornou-se o princípio básico diretor para todas as missões científicas e espaciais para o nosso planeta. ___________________________________

Fonte: http://confederacaointergalactica.blogspot.com.br/2014/12/apresentacoes-da-confederacao.html#